24 de abr de 2015

15 erros mais comuns numa viagem para a Disney


Nem todos são experts em Disney, a gente entende. Por isso, vamos listar aqui os erros mais comuns que observamos ao longo dos anos para tornar sua viagem mais especial e para você aproveitar ao máximo.

1. Não planejar
Uma viagem para Orlando requer um tempo de planejamento. Parques, atrações, restaurantes, compras. Você talvez não consiga fazer tudo o que planejou mas, com conhecimento, você pode fazer escolhas mais inteligentes. Blogs, sites, fóruns são boas fontes de informações. Se você estiver com crianças, cheque as alturas mínimas requeridas para as atrações, bem como o tipo de atração (no escuro, com quedas, montanhas-russas...).
Também evite ficar andando de lá pra cá nos parques - estabeleça um roteiro lógico e fluido de atrações.

2. Não comprar ingressos com antecedência
Deixar para comprar os ingressos na porta dos parques é arriscado. Filas grandes podem consumir um tempo precioso de diversão. O aspecto financeiro é algo a ser considerado - ingressos comprados no Brasil podem ser parcelados e você escapa do IOF de 6,38%, além de garantir o câmbio. A prioridade é a compra dos ingressos dos parques da Disney - o motivo vamos explicar no tópico 3.

3. Não agendar FastPass+
Grande parte dos brasileiros que chegam aos parques da Disney não agendaram seus FastPass+ - um dos melhores benefícios que a Disney oferece. Acredita?
O "fura-fila" otimiza seu tempo e permite que você veja mais em menos tempo. Mas você só pode agendar o FastPass+ com 30 dias de antecedência (pelo site ou pelo aplicativo My Disney Experience) com os ingressos em mãos. Por isso, a tópico 2 é tão importante.
Verifique um agente autorizado pela Disney para a compra dos ingressos.

4. Não agendar refeição com personagens
As reservas de refeição com personagens podem ser agendadas com até 180 dias de antecedência (já falamos sobre esse assunto aqui). Talvez, com sorte, você até consiga marcar no parque ou aguardar na porta do restaurante alguma desistência. Mas as chances são pequenas. Não corra o risco.

5. Não dar um descanso entre parques
Parque todos os dias, em sequência, é beeeem punk. Faça seu calendário intercalando parques e dias de compra e dias de descanso. Seu corpo vai agradecer.

Demi Lovato de saltos
beeem altos na Disney
6. Não usar sapatos adequados
Sapatos adequados entendam como tênis. Dos bons e confortáveis. Pode ser até aquele seu tênis velhinho mas que não vai te deixar cheio de bolhas - depois, você compra um novo e abandona o fiel escudeiro para trás. Chinelos, sapatinhas e sapatos de salto (?!) não são adequados. Você vai andar no mínimo 10 horas por dia - poupe seus pés.

7. Não levar uma mochila para o parque
Não se trata de carregar peso, especialmente se você estiver com crianças. Leve lanchinhos (biscoito, bolachas, frutas, água) - assim, se no meio da fila bater aquela fominha na turma, você não precisa abandonar a atração. Coloque camisetas e meias secas se você desejar ir em atrações que molham além de um casaco extra (fino, se for no verão) e os famosos ponchos.

8. Não chegar cedo ao parque
Chegar aos parques logo que abrem permite que você vá direto para as atrações mais concorridas, com grandes chances de ainda não terem filas quilométricas. Seu dia rende mais e você aproveita tudo o que os parques têm a oferecer.

9. Não descansar quando pode
Não tem como aguentar, tem que dar uma parada e descansar. Pegue leve ao sair dos parques e aproveite para descansar. Uma boa noite de sono é revigorante.

10. Não relaxar
Existem milhões de coisas que podem ser irritantes na Disney - filas, calor, multidões, chuvas, estacionamentos cheios... Se você não relaxar e aproveitar, sua viagem pode ser um inferno. Acredite, incorpore a Magia Disney e divirta-se!

11. Não se preparar fisicamente
Se você é do tipo que não levanta do sofá nem para pegar o controle remoto, você pode estar em maus lençóis. Não estamos falando de saúde e benefícios dos exercícios - estamos falando de sobrevivência! Passear nos parques é quase uma prova de resistência física, daquelas bem cabeludas. Prepare-se! Assim que confirmar sua viagem, comece uma rotina de exercícios leves para que você tenha resistência física para aguentar a maratona. Vai fazer toda a diferença.

12. Não levar carrinho
Se você está com crianças até 6 anos, leve carrinho para os parques e compras. Isso vai ser o passaporte para sua tranquilidade. Acredite.

13. Não estabelecer prioridades
Você não vai conseguir ver tudo, ir em tudo, comprar tudo ou comer tudo. É impossível. Portanto, foque no que é importante para você e seu grupo e estabeleça as prioridades - ainda com chances de não conseguir. Você pode pular uma atração ou show sem qualquer prejuízo - desde que não sejam importantes para você. Defina poucas prioridades e que possam ser cumpridas.

14. Não imprimir cupons de desconto
Nos estados Unidos, usar cupons é a coisa mais comum do mundo - sem demérito algum. Você pode economizar muito ao utilizar seus cupons, especialmente nos outlets. Cheque on line quais lojas e fabricante estão disponibilizando e economize!

15. Não deixar as crianças fazerem suas escolhas de atrações
Se seu filho não quer ir na Splash Mountain ou na montanha-russa, não force. Faça um Child Swap (aquela vantagem de trocar os pais, para que os dois não precisem pegar a fila) e relaxe. Ao forçar a criança, as chances do resto do seu dia ser arruinado é bem grande. Quando ele se sentir seguro, certamente ele mesmo pedirá para ir. Mesmo que na próxima viagem.
Prepare-se para essas contigências.

Um comentário:

Leo Furness disse...

Ótimas dicas. Lendo o post pude me lembrar de algumas situações bem semelhantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...